Os blocos carnavalescos 'Loucura Suburbana', do Instituto Municipal Nise da Silveira, e 'Tá Pirando, Pirado, Pirou', coletivo formado por usuários, técnicos e familiares da rede de saúde mental, incluindo o Instituto Municipal Philippe Pinel, estão com inscrições abertas para seus concursos de sambas para o carnaval 2020. Podem se inscrever compositores em geral e não apenas pessoas ligadas às agremiações.

O 'Loucura Suburbana' recebe inscrições até o dia 24 de janeiro, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou no endereço Rua Ramiro Magalhães nº 521, no Engenho de Dentro. A final do concurso será em 6 de fevereiro, no Sesc de Engenho de Dentro. O desfile do bloco da Zona Norte acontece no dia 20 de fevereiro, mesma data do aniversário de 20 anos da agremiação. O 'Loucura' não possui enredo ou tema definido, mas estimula composições que valorizem a tradição dos desfiles de rua, a história do bloco e temas contemporâneos como a preservação ambiental e da diversidade.

Já o 'Tá Pirando, Pirado, Pirou' está com inscrições abertas até o dia 28 de janeiro. Os compositores podem se inscrever por meio do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pessoalmente, no Núcleo de Intervenção Cultural do Pinel, na Av. Venceslau Brás, 65, em Botafogo. O bloco escolhe o samba em 8 de fevereiro, no Rio Scenarium, Centro do Rio. Com o enredo "Dá um breque no fake: a Terra é redonda e o mundo dá voltas!", o bloco desfila no dia 16 de fevereiro, na Avenida Pasteur. Em 2020, o 'Tá Pirando, Pirado, Pirou' realiza seu décimo quinto desfile.

Além dos concursos de sambas, o Loucura Suburbana e o Tá Pirando, Pirado, Pirou também realizam oficinas gratuitas abertas ao público em geral. Por meio da integração das artes carnavalescas com os tratamentos de saúde mental, as agremiações têm como filosofia difundir a luta contra a internação em manicômios e a reforma psiquiátrica no Brasil.

Fotos: Fernando Maia/Riotur