Sem qualquer apoio financeiro por parte do poder público, a Império da Tijuca está lutando para finalizar o desfile do Carnaval 2020, na confecção de fantasias e alegorias. Faltando menos de um mês para o Carnaval, a agremiação não recebeu até o momento nenhum tipo de verba da Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro. A escola movimenta atualmente barracão e ateliês com a verba recebida pela emissora de TV que detém os direitos de transmissão do desfile, no entanto este valor trata-se de apenas 8% do orçamento total do carnaval da instituição.

A agremiação que fez um espetacular desfile no Carnaval 2019 com a ajuda de empresários e dos seus torcedores, nesse momento de grave crise quer fazer o seu protesto em forma de espetáculo.

Com o intuito de fazer um desfile à altura da sua história, o Império da Tijuca lançou uma campanha de financiamento coletivo que visa arrecadação financeira para finalizar a confecção do Carnaval 2020. Os torcedores, componentes, amigos e apaixonados pela agremiação verde e branca do Morro da Formiga podem contribuir e patrocinar através de doações em qualquer valor através do site http://vaka.me/873169 .

O dinheiro arrecadado será automaticamente transferido para pagamentos de mão de obra e despesas gerais. Todo o valor arrecadado, bem como a prestação de contas, estarão disponíveis no site da escola no dia posterior ao desfile, 24 de fevereiro de 2020.

- A ideia é que o resultado positivo do desfile da escola seja através de uma contribuição de todos os que amam a nossa agremiação. Num momento em o poder público nos dá as costas, mostraremos a força da nossa festa através da nossa arte. Temos tudo para sairmos vitoriosos, mas precisamos dos nossos amigos ao nosso lado. Colabore com a nossa campanha, porque temos a certeza de que, unindo nosso esforço à sua ajuda financeira, alcançaremos, de mãos dadas, nosso objetivo de apresentar um grandioso desfile – explica o presidente Antônio Marcos Teles, o Tê.

A Império da Tijuca será a última escola a desfilar no sábado de Carnaval, 23 de fevereiro, pela Série A, buscando a única vaga ao Grupo Especial com o enredo “Quimeras de um eterno aprendiz”.